Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Louro prensado vendido como se fosse haxixe no Porto

Três homens, com idades entre 35 e os 51 anos de idade, foram identificados numa tentativa de burla de toxicodependentes.
Lusa 14 de Agosto de 2020 às 08:41
PSP
Baixa do Porto
PSP
Baixa do Porto
PSP
Baixa do Porto

Três vendedores ambulantes que se supunha estarem a traficar droga na Baixa do Porto tentavam, afinal, burlar toxicodependentes vendendo-lhes louro prensado ou chá como se fossem liamba ou haxixe, disse esta quinta-feira fonte policial.

Os três homens, com idades entre 35 e os 51 anos de idade, foram identificados na quarta-feira, na Baixa do Porto, e a polícia refere que lhes apreendeu 95 gramas "de produto inconclusivo suspeito de ser liamba" e 23 gramas "de produto inconclusivo suspeito de ser haxixe".

A PSP associa as três pessoas identificadas "pela venda de louro prensado ou chá por estupefacientes denominados liamba ou haxixe".

"Que tenhamos conhecimento, há algumas situações deste tipo, mas não são frequentes", afirmou a fonte policial.

Porto Baixa do Porto louro haxixe crime lei e justiça polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)