Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Luzes apagadas tramam violador português em Espanha

Homem procurado há dois anos foi preso por acaso na Galiza.
João Carlos Rodrigues 17 de Fevereiro de 2020 às 07:40
Galiza
Galiza FOTO: Istockphoto
Um português procurado por violação há dois anos foi preso pelas autoridades espanholas depois de chamar a atenção dos agentes ao circular com as luzes do carro apagadas. Foi mandado parar, mas acelerou para tentar fugir e mesmo depois de ser apanhado tentou resistir à detenção. Em vão. Já está na cadeia para cumprir oito anos de prisão.

A insólita detenção ocorreu na noite de quinta-feira, em Monforte de Lemos, na Galiza, Espanha. O português, de 59 anos e a viver no município de Lugo, circulava com as luzes do carro desligadas e, quando viu uma operação de fiscalização montada por elementos da Polícia Nacional, fugiu do local. Mas foi perseguido e a fuga terminou poucos quilómetros depois. 


Quando conseguiram identificar o detido, os polícias aperceberam-se que se tratava de um predador sexual condenado em janeiro de 2018, que estava em fuga à justiça desde essa altura.

Em julgamento, foi considerado culpado pela violação de uma mulher, em 2014, numa zona de Lugo conhecida por Marroxo, e condenado a oito anos de pena efetiva. Mas como tinha fugido, não cumpriu qualquer dia da pena.

O português ainda tentou fugir a pé quando os polícias o informaram que ia ser detido e tornou-se violento. Acabou por ter de receber assistência no hospital quando já estava sob custódia policial, mas teve alta poucas horas depois e foi logo levado para a cadeia. No hospital manteve o comportamento violento, obrigando os agentes a proteger os clínicos.
Espanha Lugo crime lei e justiça prisão polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)