Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mais 25 agentes na Polícia Marítima

Novos efetivos deverão entrar nos quadros em 2021.
T.G. 8 de Novembro de 2019 às 09:04
Vice-almirante Sousa Pereira diz que o número de efetivos não chega
Vice-almirante Sousa Pereira diz que o número de efetivos não chega FOTO: Nuno Alfarrobinha

O vice-almirante Luís Sousa Pereira, comandante-geral da Polícia Marítima, gostaria que fosse inflacionado o número atual de efetivos (536 em todo o País, o que se traduz em um agente a cada seis quilómetros de costa) até porque, apesar de não haver falhas a nível de operacionalidade, os efetivos atuais não chegam para haver um patrulhamento de visibilidade regular, o que muitas vezes pode ser um elemento dissuasor da criminalidade.

Ainda assim, após um pedido dirigido à tutela para a contratação de 76 efetivos, foi aceite a abertura de um concurso para 25 agentes da Polícia Marítima, que deverão entrar nos quadros em 2021.

"Não temos aquela presença de rotina, nomeadamente de verão, quando há um incremento das atividades, porque os efetivos estão empenhados em missões e ações específicas. Mas não quer dizer que não estejamos lá e a cumprir o nosso dever", refere o responsável.

Começaram esta quarta-feira em Quarteira as celebrações dos 100 anos da Polícia Marítima, que decorrem até domingo.

País Polícia Marítima crime lei e justiça polícia forças policiais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)