Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Matam e mutilam gata de voluntária em Aveiro

"Isto foi obra de quem me quer mal", disse ao CM Glória Afonso.
Paulo Jorge Duarte 23 de Novembro de 2021 às 08:24
Uma das gatas maltratadas
Glória Afonso é voluntária. “Tento ajudar os animais”, diz ao CM
Uma das gatas maltratadas
Glória Afonso é voluntária. “Tento ajudar os animais”, diz ao CM
Uma das gatas maltratadas
Glória Afonso é voluntária. “Tento ajudar os animais”, diz ao CM
Glória Afonso ficou em choque ao ver o cadáver da sua gata deixado à porta de casa, no domingo, em Cacia, Aveiro. Quando a voluntária da causa animal se aproximou, percebeu ainda que as patas traseiras tinham sido amputadas. "Isto foi obra de quem me quer mal", disse ao CM.

"A gata desapareceu há alguns dias e foi encontrada assim. Há cerca de um mês, alguém me envenenou o cão. Ainda foi hospitalizado, mas acabou por morrer", acrescentou, relatando mais um envenenamento há uma semana. "Tento ajudar os animais da forma que posso, não incomodar ninguém, mas, de vez em quando, tenho desgostos destes", sublinhou.

Na rua do Vale Caseiro, há quem revele mais casos. "A minha gata esteve dez dias desaparecida. Quando apareceu, tinha uma pata amputada. Há alguém que anda a fazer desaparecer os animais e a fazer-lhes mal", revelou Marisa Ferreira, uma das moradoras revoltadas.

A GNR de Cacia foi chamada.
Aveiro Glória Afonso Cacia questões sociais desaparecidos
Ver comentários