Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Menina dá à luz sozinha e esconde bebé na varanda em Torres Vedras

Feto foi encontrado por trabalhadores que iam pintar prédio. Menor é inimputável e pode apenas ser levada para colégio.
Miguel Curado 18 de Setembro de 2020 às 01:30
Trabalhadores iam pintar prédio em Torres Vedras e deparam-se com bebé morto em varanda
Duas mulheres foram ontem ouvidas pelos investigadores da Polícia Judiciária
Trabalhadores iam pintar prédio em Torres Vedras e deparam-se com bebé morto em varanda
Duas mulheres foram ontem ouvidas pelos investigadores da Polícia Judiciária
Trabalhadores iam pintar prédio em Torres Vedras e deparam-se com bebé morto em varanda
Duas mulheres foram ontem ouvidas pelos investigadores da Polícia Judiciária
A Polícia Judiciária de Lisboa já desvendou os contornos do caso do feto que, a 31 de agosto último, foi encontrado por operários na floreira de um apartamento em Torres Vedras.

Os investigadores da secção de homicídios concluíram que foi uma menina de 15 anos grávida a fazer o parto sozinha, antes do fim da gestação. Sem alertar os pais, que não terão sabido da gravidez, a menor escondeu o feto entre 24 a 48 horas no roupeiro do quarto.


Desesperada, optou então por transferi-lo para a floreira de um apartamento que, segundo a própria sabia, raramente era visitada pelos donos. Só por casualidade, ao início da tarde de 31 de agosto, é que operários que iam pintar o prédio descobriram os restos mortais.

A PJ também já tem pistas sobre o homem que engravidou a rapariga, faltando apenas a conclusão de testes de ADN para o identificar formalmente. O caso foi comunicado ao tribunal de família e menores de Torres Vedras, já que a jovem é inimputável por força da idade. Incorre, por decisão judicial, em internamento num colégio de reinserção. Continua a viver com os pais.
Ver comentários