Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Militares da GNR agredidos devido a ruído de bar em Albufeira

GNR foi chamada devido ao barulho excessivo produzido em estabelecimento.
Ana Palma 28 de Outubro de 2019 às 08:50
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
Tribunal de Albufeira
O ruído excessivo que se fazia ouvir num bar, em Ferreiras, no concelho de Albufeira, levou a que fosse chamada ao local uma patrulha da GNR de Paderne. Quando chegaram ao local, os militares foram recebidos com violência. Um homem acabou por ser detido após insultos e agressões.

Segundo o CM conseguiu apurar, o alerta foi dado cerca das 03h00 da madrugada do passado sábado. O estabelecimento estava a funcionar fora de horas, facto para o qual os militares da GNR chamaram a atenção do gerente do espaço.

Ao ser interpelado pelos guardas, o indivíduo, de 44 anos, reagiu com bastante violência contra os elementos desta força de segurança. Furioso, o homem, segundo o CM apurou, terá insultado, ameaçado e agredido os militares da patrulha da GNR, que de imediato procederam à sua detenção, pelos crimes de resistência e coação sobre agente da autoridade.

Esta já não será, aliás, a primeira vez que a vizinhança se queixa de barulho excessivo proveniente do referido estabelecimento, que por vezes "fecha a porta a horas muito tardias".

Apesar da atitude violenta do suspeito, os militares da GNR de Paderne não precisaram de receber assistência hospitalar. Quanto ao detido, foi notificado para comparecer esta segunda-feira no Tribunal de Albufeira para ser ouvido em primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação até julgamento.

Refira-se que as agressões às forças da autoridade são uma preocupação crescente.
GNR Albufeira Ferreiras Paderne crime lei e justiça polícia política autoridades locais
Ver comentários