Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Missa do Galo e bacalhau para militares portugueses em missão

Militares enviam mensagem de Natal para as famílias e combatem a distância com ajuda das tecnologias.
Cláudia Machado 24 de Dezembro de 2019 às 01:30
Mais de 200 militares partiram para o Afeganistão em novembro, numa missão da NATO
Forças no Mali têm comando português. São lideradas pelo brigadeiro-general Boga Ribeiro desde dia 12
Iraque conta com o apoio de 34 elementos do Exército
Militar destacada  no Afeganistão
Momento de convívio com as crianças na República Centro-Africana
No Mali é feito um trabalho de formação e aconselhamento das Forças Armadas locais
Mais de 200 militares partiram para o Afeganistão em novembro, numa missão da NATO
Forças no Mali têm comando português. São lideradas pelo brigadeiro-general Boga Ribeiro desde dia 12
Iraque conta com o apoio de 34 elementos do Exército
Militar destacada  no Afeganistão
Momento de convívio com as crianças na República Centro-Africana
No Mali é feito um trabalho de formação e aconselhamento das Forças Armadas locais
Mais de 200 militares partiram para o Afeganistão em novembro, numa missão da NATO
Forças no Mali têm comando português. São lideradas pelo brigadeiro-general Boga Ribeiro desde dia 12
Iraque conta com o apoio de 34 elementos do Exército
Militar destacada  no Afeganistão
Momento de convívio com as crianças na República Centro-Africana
No Mali é feito um trabalho de formação e aconselhamento das Forças Armadas locais
Desejo um feliz Natal a todos os portugueses, à minha família e amigos e em especial à minha madrinha, com a esperança de rápidas melhoras." Um desejo expresso ontem, a mais de 4600 quilómetros de distância, pelo primeiro-sargento David Graça, em missão na República Centro-Africana.

Graças às tecnologias, a mensagem chega ao Comando Conjunto para as Operações Militares, em Oeiras, como se a RCA fosse ali ao lado, mas o militar, e outros 460 portugueses que se dividem também pelo Iraque, Afeganistão e Mali não vão estar a um passo de casa este Natal. Passam a época com "a família militar" e atenuam a saudade sabendo que estão a garantir "a segurança e o conforto" também dos seus.

E mesmo em fusos horários diferentes e com temperaturas que não fazem lembrar o inverno, mantêm as tradições portuguesas. Em todos os teatros de operações está certa a Consoada com direito a bacalhau.

No Iraque, onde se encontram 34 militares do Exército, haverá "Missa do Galo e atividades natalícias para fazer esquecer um pouco a distância", contaram ao CM, durante uma videochamada. E, na RCA, nem a árvore de Natal falta para os 195 operacionais, repartidos em duas missões, mas que garantem que o mais importante é terem "a família no coração". Já no Mali, "o espírito lusitano", e a Consoada são partilhados com outras 27 nações.

Mais de 400 militares fazem "trabalho extraordinário" em quatro países
As missões na República Centro-Africana, no Afeganistão, Iraque e no Mali são atualmente formadas por 461 portugueses, que partiram entre setembro e novembro deste ano.

"Quero felicitá-los pelo trabalho extraordinário que fizeram no ano 2019, em prol da Paz e segurança no Mundo. Desejo-lhes um feliz Natal", afirmou o almirante Silva Ribeiro, chefe do Estado-Maior-General das Forças Armadas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)