Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Mulher em estado grave após ser esfaqueada por ex-companheiro na Lourinhã. Vítima tinha botão de pânico

Autoridades procuraram o suspeito que se encontra em fuga.
Lusa 28 de Setembro de 2020 às 16:15
GNR atenta a ajuntamentos no fim de semana
GNR atenta a ajuntamentos no fim de semana FOTO: DR

Uma mulher de 48 anos sofreu esta segunda-feira ferimentos graves durante uma tentativa de homicídio por parte ex-companheiro, que a esfaqueou na Lourinhã e se colocou em fuga, estando a ser procurado pelas autoridades, informou a GNR.

A agressão ocorreu às 06h15, no terminal rodoviário da Lourinhã, onde, de acordo com a GNR, o homem desferiu "golpes de arma branca na face e na cabeça da vítima", que foi transportada para o Hospital de Torres Vedras com ferimentos graves.

O crime ocorreu no âmbito de "uma situação de violência doméstica que já tinha sido reportada às autoridades", estando a vítima equipada com "um botão de pânico que foi ativado quando avistou o agressor", explicou a GNR.

O suspeito, de 44 anos, com morada na Amadora, encetou uma fuga e está a ser procurado pela GNR. O crime está a ser investigado pela Polícia Judiciária.

 

Lourinhã GNR crime lei e justiça polícia
Ver comentários