Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Namorados raptados

Um casal de namorados foi raptado e assaltado na madrugada de ontem, em Viana do Castelo, por dois homens encapuzados, que usaram uma picareta e pistolas. As vítimas foram surpreendidas quando se encontravam no interior da sua viatura, estacionada no Monte de Santa Luzia.
9 de Março de 2006 às 00:00
O casal de jovens namorados – ele com 22 anos e ela com 23 anos de idade, residentes em Castelo de Neiva, no concelho de Viana – foi alvo de agressões e introduzido na bagageira do carro (um Opel Tigra), antes de ser abandonado num local ermo.
Seminuas e sem telemóveis, as vítimas tiveram de andar cerca de seis quilómetros a pé, até chegarem ao Hotel do Monte de Santa Luzia, onde pediram ajuda.
Segundo fonte policial, os assaltantes atacaram os jovens cerca das 00h30, na zona do campo de tiro de Santa Luzia. Gritando vários insultos, um dos suspeitos partiu o vidro da porta frontal direita do Opel usando uma picareta, enquanto o segundo assaltante empunhava uma pistola.
Os namorados foram obrigados a sair do carro e depois introduzidos na bagageira, tendo sido transportados desse local até ao Lugar de S. Mamede, na freguesia de Areosa, onde acabaram por ser abandonados.
Fonte policial adiantou que o namorado se encontrava nu da cintura para baixo, sem calças nem cuecas, enquanto ela – apesar de ter pouca roupa – “estava composta”, vestindo calças e camisola.
Os jovens tiveram de andar cerca de seis quilómetros pelo monte, até chegarem, cerca das 03h00, ao Hotel de Santa Luzia, de onde foi dado o alerta à GNR, que participou o caso ao departamento de investigação da Polícia Judiciária de Braga.
Numa rusga feita pela patrulha da GNR à zona do crime logo após a participação do rapto e do assalto, os agentes depararam com o Opel Tigra, que foi abandonado a poucos metros do campo de tiro, no Monte de Santa Luzia, onde os assaltantes – que levaram apenas telemóveis, o auto-rádio e uma pequena quantidade em dinheiro – terão voltado para fugirem na sua própria viatura.
OUTROS CASOS
PERIGOSO
A GNR reconhece que os locais ermos são altamente perigosos para casais de namorados. Um dos casos mais graves verificou-se no monte do Castelo de Lanhoso, onde um grupo de quatro menores de etnia cigana raptou e violou uma jovem, depois de ter atacado vários casais noutros locais.
AUTOMÓVEIS
No final do ano passado, foi desmantelada uma rede internacional de tráfico de automóveis para países do Leste da Europa que se dedicava ao furto de veículos topo de gama a casais de namorados, quando estacionados em locais ermos da região Norte.
Ver comentários