Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Nove arguidos acusados por pancada e tiroteio em marisqueira de Paio Pires

Crimes incluem homicídio qualificado tentado, ofensa à integridade física, arma proibida e dano.
Sérgio A. Vitorino 1 de Abril de 2020 às 08:33
Grávida ferida durante confrontos violentos em marisqueira no Seixal
Grávida ferida durante confrontos violentos em marisqueira no Seixal FOTO: Direitos Reservados
O Ministério Público acusou esta semana nove participantes na rixa numa marisqueira em Paio Pires, Seixal, e na tentativa de homicídio que aconteceu alguns dias depois, como retaliação, em agosto do ano passado.

Os arguidos estão acusados de homicídio qualificado tentado, ofensa à integridade física, arma proibida e dano. A acusação refere que, no dia 23 de agosto, na marisqueira, agrediram funcionários e arremessaram garrafas, cadeiras e mesas. Um deles disparou para o ar. 

Logo no dia 27, foram a um prédio também em Paio Pires para matar o dono da marisqueira. Efetuaram dezenas de disparos, que atingiram quatro apartamentos habitados. Foram todos detidos pela PJ de Setúbal e oito deles estão em prisão preventiva.
Paio Pires Ministério Público Seixal questões sociais crime lei e justiça justiça e direitos dependência
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)