Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Padre deixa acidente para celebrar missa

O dever de rezar a missa falou mais alto para o padre da freguesia de São Paio de Favões, em Marco de Canaveses. O pároco Manuel Vales deixou o seu carro na estrada, após um acidente, e foi celebrar a eucaristia.

19 de Setembro de 2011 às 00:30
Padre Manuel Vales, 74 anos
Padre Manuel Vales, 74 anos FOTO: Joana Vales

Apesar de sentir algumas dores numa perna, o padre, de 74 anos, não deixou os paroquianos sem missa e, mesmo com um atraso de trinta minutos, conseguiu cumprir a sua missão.

Ao que o Correio da Manhã apurou, o acidente deu-se por volta das 09h00 de ontem, quando o padre Manuel Vales ia a caminho da igreja para, como já é habitual há 46 anos, celebrar a eucaristia dominical. Pelo caminho, uma carrinha de distribuição de pão chocou de frente com o automóvel do padre. Manuel Vales acabou por sofrer um hematoma numa perna, mas decidiu ir para a igreja.

"Quando saí do carro e vi que não me tinha magoado em demasia, falei com o senhor que tinha chocado comigo e ele deu--se logo como culpado. Como eu tinha de ir rezar a missa e já estava um pouco atrasado, entreguei-lhe a chave do meu carro e disse-lhe para tratar de tudo, que confiava nele", contou o pároco. O padre Manuel Vales acabou por celebrar as três missas dominicais que tem sob a sua responsabilidade e só após as celebrações é que foi ao posto da GNR de Alpendorada, em Marco de Canaveses, prestar declarações sobre o acidente.

"Foi um domingo diferente de todos os que já tive até hoje, mas tentei não falhar e fazer o melhor que pude, mesmo estando com algumas dores. No final das celebrações, expliquei às pessoas o que me tinha acontecido, porque sei que acharam estranho o facto de me ter sentado mais vezes do que o normal durante a eucaristia", explicou o padre Manuel Vales. "Felizmente tudo não passou de um susto", concluiu.

SÓ DEPOIS DA MISSA É QUE FOI AO HOSPITAL

Por precaução, o padre Manuel Vales foi ao Hospital de Marco de Canaveses, onde foi observado e submetido a alguns exames.

"Não podia deixar os meus paroquianos sem missa, quando me sentia bem. Foi uma celebração um bocadinho diferente, não pude fazer muito esforço, mas felizmente estou bem", disse o pároco.

PADRE ACIDENTE MISSA MARCO DE CANAVESES
Ver comentários