Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Pastor evangélico entre os oito arguidos do tiroteio em Paio Pires

Todos os suspeitos ficaram em prisão preventiva.
S.G. 3 de Outubro de 2019 às 01:30
Manuel Gouveia
Manuel Gouveia
Ficaram em prisão preventiva os oito homens suspeitos do envolvimento no tiroteio do passado dia 27 de agosto, em Paio Pires, no Seixal.

Um dos detidos, Manuel Gouveia, é pastor de uma igreja evangélica, outro é aspirante à mesma posição, no seio daquela religião.

Os suspeitos têm todos ficha policial por crimes de ofensas à integridade física e posse ilegal de arma. Estão indiciados por homicídio qualificado na forma tentada, dano qualificado e detenção de arma proibida.

A investigação da PJ de Setúbal indica que o tiroteio aconteceu como vingança pelos desacatos ocorridos, quatro dias antes, na cervejaria Ponto Verde, na mesma freguesia.
Paio Pires Seixal crime lei e justiça polícia
Ver comentários