Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Pedófilo de Setúbal tinha 1243 ficheiros com crianças

Homem de 43 anos tinha servidor de internet dissimulado, usado para partilhar pornografia infantil.
Miguel Curado 7 de Novembro de 2020 às 09:32
Pornografia infantil
Pornografia infantil FOTO: iStockPhoto
Um homem, de 43 anos, foi acusado pelo Ministério Público de Setúbal de 1243 crimes de pornografia de menores agravados.

A investigação da Polícia Judiciária de Setúbal, que levou à detenção do suspeito em junho de 2017, apurou que este tinha em casa um servidor de internet dissimulado.

Usou-o para fazer o upload (carregamento na internet) de um número não concretizado de ficheiros informáticos, como vídeos e fotos de cenas de sexo explícito com crianças.
Setúbal crime lei e justiça prisão Ministério Público de Setúbal
Ver comentários