Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Pena suspensa para ex-candidato do PSD à Câmara da Covilhã

Em causa está o desvio de 115 mil euros da instituição em outubro de 2017.
Alexandre Salgueiro 12 de Setembro de 2019 às 14:32
Marco Batista
Marco Batista
Marco Batista confessou crimes
Marco Batista
Marco Batista
Marco Batista confessou crimes
Marco Batista
Marco Batista
Marco Batista confessou crimes
O ex-candidato do PSD à Câmara da Covilhã, Marco Batista, acusado de desviar 115 mil euros da instituição em outubro de 2017, foi esta quinta-feira condenado a quatro anos e seis meses de pena suspensa pelo Tribunal de Castelo Branco.

O gestor, que respondia por um crime de burla e três de falsificação de documentos, assumiu no passado dia 3 de setembro, sem reservas, todos os factos apontados na acusação. Na altura, Marco Batista, falou ao tribunal e alegou ter cometido o crime num contexto de "desespero e exaustão física e psicológica decorrente do trabalho".

O gestor 
de 44 anos, pediu desculpa aos responsáveis das Judiarias e adiantou ter passado os quatro meses em que esteve desaparecido entre novembro de 2017 e março de 2018 "a dormir no carro ao longo do IC8".


PSD Câmara da Covilhã Tribunal de Castelo Branco Marco Batista economia negócios e finanças
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)