Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

PJ detém homem suspeito de 10 crimes de fogo posto em Oliveira do Bairro

"Detido atuou num quadro de graves distúrbios psiquiátricos, revelando uma propensão para a repetição do comportamento" revelou a PJ.
Lusa 23 de Julho de 2020 às 12:48
Incendiário
Incendiário FOTO: Getty Images
O Departamento de Investigação Criminal de Aveiro da Polícia Judiciária anunciou esta quinta-feira a detenção do presumível autor de 10 crimes de incêndio florestal na Mamarrosa, concelho de Oliveira do Bairro, cometidos desde o dia 08.

"Suspeita-se que o detido atuou num quadro de graves distúrbios psiquiátricos, revelando uma propensão para a repetição do comportamento incendiário, atividade que lhe proporciona alguma satisfação pessoal", revelou a PJ, em comunicado.

O homem de 28 anos, desempregado, foi detido na quarta-feira, "fora de flagrante delito", sublinha a PJ, e será ainda presente às autoridades judiciais na comarca de Aveiro, que determinarão as medidas de coação julgadas adequadas.

A PJ relata que os incêndios tiveram início junto à localidade da Mamarrosa, "através de chama direta, junto da abundante vegetação seca que se encontrava nos terrenos ardidos, propagando-se para zonas florestais constituídas por pinhal/eucaliptal e mata, pondo em perigo a extensa mancha florestal existente nos locais e em alguns casos habitações próximas".

Ver comentários