Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

PJ lembra inspetor assassinado há vinte anos

Homicidas estão todos há já vários anos em liberdade.
Correio da Manhã 26 de Janeiro de 2021 às 08:57
João Melo, inspetor da Polícia Judiciária, tentou travar o grupo de assaltantes na cidade de Amarante, mas foi assassinado a tiro
João Melo, inspetor da Polícia Judiciária, tentou travar o grupo de assaltantes na cidade de Amarante, mas foi assassinado a tiro FOTO: Direitos Reservados
A Polícia Judiciária lembrou esta segunda-feira João Melo, no dia em que se assinalaram 20 anos do homicídio do inspetor, durante uma perseguição a um gang em Marco de Canaveses.

Os homicidas estão todos há já vários anos em liberdade. João Melo, de 29 anos e natural de Bornes, em Macedo de Cavaleiros, foi atingido por disparos de metralhadora.
João Melo PJ Polícia Judiciária Marco de Canaveses crime lei e justiça
Ver comentários