Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

PJ procura local exato onde jovem de 21 anos foi morto e desmembrado

Corpo sem braços e sem pés foi encontrado na base da arriba do forte do Beliche. Cabeça encontrada a 150 quilómetros.
Ana Palma e Rui Pando Gomes 2 de Abril de 2020 às 08:42
Diogo Gonçalves
Diogo Gonçalves, a vítima
Diogo Gonçalves
Diogo Gonçalves, a vítima
Diogo Gonçalves
Diogo Gonçalves, a vítima

A Polícia Judiciária está a tentar identificar o local exato onde Diogo Gonçalves, de 21 anos, foi morto, decapitado e desmembrado. O jovem estava desaparecido no Algarve desde o passado dia 18 de março.

O cadáver foi encontrado na semana passada, um dia depois de a Polícia Marítima ter localizado, junto ao farol do cabo de São Vicente, em Sagres, o Mercedes da vítima. Por se tratar de um desaparecimento, a Polícia Judiciária foi alertada e esteve no local a recolher indícios na viatura. O corpo, sem cabeça, sem braços e sem pés, foi encontrado na base da arriba do forte do Beliche.

No Pego do Inferno, a cerca de 150 quilómetros, um casal de turistas franceses encontrou a cabeça do jovem. As buscas, sabe o CM, estão a concentrar-se sobretudo nas imediações do forte do Beliche. Admite-se que o jovem tenha sido atraído para este local. Até esta quarta-feira, contudo, não tinha sido encontrado qualquer vestígio de sangue nem das partes do corpo que continuam por encontrar, nomeadamente os pés e os braços.

PJ crime lei e justiça
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)