Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Polícia destrói 35 mil armas

Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição do ano, numa empresa do Seixal.
M.C. 23 de Novembro de 2018 às 09:34
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição de armas ano, numa empresa do Seixal.
A PSP já destruiu 35 583 armas de fogo e brancas este ano, total que supera o alcançado em 2017 (26 473). Esta quinta-feira foi feita a 11ª e última destruição do ano, numa empresa do Seixal. Foram eliminadas 2511 armas.

Segundo Pedro Moura, diretor do Departamento de Armas e Explosivos (DAE), tratam-se de armas "apreendidas em operações policiais, entregues voluntariamente ou dadas como perdidas a favor do Estado".

As espingardas-caçadeiras foram a classe de armas mais destruídas. "Também recolhemos carabinas, pistolas, revólveres, vários tipos de armas brancas e até armas artesanais", acrescentou Pedro Moura.

O superintendente esclarece que a PSP já tem previstas novas ações no primeiro trimestre de 2019. Em paralelo, frisa Pedro Moura, o "DAE tem estado empenhado, no último ano e meio, na informatização dos registos de propriedade de armas legais, que serão agora de 1,5 milhões". "Através de um protocolo, todas as forças de segurança podem aceder a estes dados", concluiu Pedro Moura.
Ver comentários