Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Polícia não quer militares com armas nas ruas no combate à pandemia de Covid-19

Comandante identificado e militares retirados.
Correio da Manhã 31 de Março de 2020 às 08:14
PSP a controlar carro a carro na Ponte 25 de Abril no sentido Lisboa-Almada
PSP a controlar carro a carro na Ponte 25 de Abril no sentido Lisboa-Almada
A PSP não quer que os militares das Forças Armadas em apoio à Proteção Civil, no combate à pandemia de Covid-19, andem armados. E promete "identificar o comandante da Força e determinar aos militares armados para se retirarem do local", de acordo com uma ordem a que o CM teve acesso.

A decisão, transmitida ontem aos comandos de todo o País, foi tomada após, sábado à noite, elementos armados da Polícia do Exército terem montado um perímetro de segurança ao lar de Vila Real que estava a ser descontaminado por uma equipa daquele ramo.

O CM apurou que a equipa armada faz parte do protocolo das equipas de descontaminação, por transportarem material químico muito perigoso. Terá sido apenas essa a razão de estarem armados, uma vez que as Forças Armadas têm andado sem armas por todo o País a montar tendas e fornecer apoio humanitário. A PSP de Vila Real terá abordado os militares da Polícia do Exército.

A Polícia entende que os militares não estão ainda a atuar no quadro da Segurança Interna. Contactado pelo CM, o Estado-Maior-General das Forças Armadas não quis comentar.
Covid-19 PSP País Forças Armadas Proteção Civil Vila Real Forças Armadas política defesa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)