Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Polícias 'de castigo' por irem almoçar com carro de serviço

Agentes postos em sentido junto a gabinete do superior.
Miguel Curado 9 de Fevereiro de 2020 às 01:30
Polícias ficaram meia hora formados na PSP do Barreiro e ouviram raspanetes individuais do seu comandante
Polícias ficaram meia hora formados na PSP do Barreiro e ouviram raspanetes individuais do seu comandante FOTO: Inês Gomes Lourenço
Um grupo de oito agentes da PSP do Barreiro, de uma Equipa de Intervenção Rápida (EIR), foram obrigados a estar de ‘castigo’ em formatura, pelo menos meia hora, junto ao gabinete do superior hierárquico, depois de este os ter apanhado a almoçar num restaurante.

Os agentes foram obrigados a dar satisfações por terem levado, sem autorização, uma viatura policial. A Divisão do Barreiro, tutelada pelo Comando da PSP de Setúbal, é uma das que têm a messe entregue a privados.

O espaço é usado não só por polícias e civis que compram as refeições, a preços mais vantajosos, como também por agentes que trazem comida de casa. As EIR do Barreiro, no entanto, estão sediadas em instalações que ficam distantes desta messe . Mesmo assim, os agentes tentam ir diariamente tomar ali as refeições.

A 23 de janeiro, no entanto, um grupo de agentes pegou numa carrinha de serviço e deslocou-se a um restaurante.A viatura, ao que o CM apurou, foi estacionada a alguma distância do restaurante.

A situação chegou ao conhecimento do superior dos agentes, que foi ao local, onde os informou de que deviam regressar à instalação policial.

Aqui, sabe o CM, foram mantidos em formatura por cerca de meia hora, numa zona de acesso restrito, enquanto o comandante, um subcomissário, falou com todos, um por um. A situação terá ficado sanada sem processos disciplinares. O CM contactou a PSP para obter uma reação a esta situação, mas a resposta não chegou em tempo útil.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)