Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Português preso no Reino Unido após 15 anos a abusar de crianças

Ruben Tavares foi condenado a 22 anos de cadeia por 4 vítimas.
João Carlos Rodrigues 7 de Março de 2021 às 09:05
Ruben Tavares
Ruben Tavares FOTO: Direitos Reservados
Um alerta para o descarregamento de vídeos de sexo com menores revelou que um português fez vítimas ao longo de 15 anos. Alguns dos crimes foram filmados pelo próprio predador e foram a prova que levou o tribunal de Hull, Reino Unido, a condenar Ruben Tavares a 22 anos de cadeia.

O português de 37 anos emigrou para Inglaterra em 2015 e conseguiu passar despercebido até ao ano passado, quando uma denúncia deu conta de que um residente na Avenue Crescent tinha descarregado da internet vídeos pedófilos. Uma rusga confirmou as suspeitas, mas não só.

Num vídeo, filmado com o telemóvel na sala de casa, Ruben surgia a violar uma menina de cinco anos. Mas um disco rígido guardava muito mais vídeos e fotos antigos, alguns de 2005 e filmados em Portugal, onde o predador abusava de um rapaz e de uma menina com 13 anos. Noutros, a vítima era uma menina de cinco anos.

PORMENORES
Ficheiros de sexo
Ruben Tavares tinha 1800 fotos e vídeos de sexo com crianças tirados da internet e outros 352 feitos pelo próprio com abusos e violações das quatro vítimas.
"Vida destruída" "A nossa vida ficou destruída quando soubemos dos abusos", disse o pai de uma das vítimas em tribunal.

"Pediram para parar"
As imagens deixaram os presentes no julgamento chocados. "É claro que elas pediram para você parar, mas continuou", apontou o juiz David Tremberg.
Reino Unido Hull Ruben Tavares A questões sociais crime
Ver comentários