Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
2

Prisão preventiva para amigas que estrangularam e esquartejaram jovem de 21 anos no Algarve

Diogo Gonçalves foi desmembrado, tendo partes do corpo sido encontradas nas zonas de Sagres e Tavira.
Tânia Laranjo 4 de Abril de 2020 às 00:05
Diogo Gonçalves
Diogo Gonçalves FOTO: Direitos Reservados
As duas mulheres detidas por serem suspeitas de matar e desmembrar um jovem de 21 anos, no Algarve, ficaram em prisão preventiva.

Os crimes ocorreram entre os dias 20 e 25 de março deste ano. A vítima, Diogo Gonçalves, foi desmembrada, tendo partes do corpo sido encontradas nas zonas de Sagres e Tavira.

O corpo decepado, sem braços nem pés, foi encontrado na base de uma arriba do Forte do Beliche, em Sagres, enquanto a cabeça foi descoberta no Pego do Inferno, Tavira, a cerca de 150 quilómetros de distância. O carro de Diogo Gonçalves foi abandonado junto ao cabo de São Vicente, em Sagres.

A investigação da Polícia Judiciária permitiu a recolha de relevantes elementos de prova que culminaram na quinta-feira passada na detenção das duas amigas que estrangulam e esquartejam o jovem.

As suspeitas têm 19 e 23 anos, residem no Algarve e não têm antecedentes criminais. 
Algarve Diogo Gonçalves Tavira Sagres questões sociais crime lei e justiça crime
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)