Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Prisão preventiva para cinco ladrões de ouro que lançaram terror na Grande Lisboa

Grupo foi travado a tiro e detido. Num dos casos, assaltaram ourivesaria e idosa defendeu-se durante ataque filmado.
Correio da Manhã 21 de Janeiro de 2022 às 20:13
A carregar o vídeo ...
Dupla agride idosa em assalto a ourivesaria na Amadora. Vítima defendeu-se
Ficaram em prisão preventiva os cinco membros do gang de ladrões de ouro suspeitos de uma vaga de crimes violentos na Área Metropolitana de Lisboa. O grupo foi detido esta quinta-feira, após troca de tiros com a Polícia judiciária.

As detenções (concretizadas em dois momentos diferentes) aconteceram após dois membros do grupo terem assaltado uma casa de câmbios.  Os detidos, três estrangeiros e dois portugueses, têm idades compreendidas entre os 25 e os 41 anos de idade. São suspeitos de mais de 20 
crimes de roubo agravado, com ameaça de armas de fogo, um homicídio qualificado, na forma tentada e diversos crimes de detenção e uso de arma proibida, informa a PJ em comunicado.

Um dos crimes violentos – roubos a ourivesarias, lojas de câmbios e ouro, ‘carjackings’, roubos a casas – imputados ao grupo foi a uma farmácia na Rua de Goa, na Damaia, Amadora, na última terça-feira. Apesar dos seus 84 anos, Maria Irene Nogueira, a dona, enfrentou a dupla encapuzada. “Eu disse ‘não’ e bati num deles, dizendo que estava a ser filmado. Ele disse-me: ‘olhe que dou-lhe um tiro’.” A lojista foi empurrada e os ladrões perderam a arma na loja. Fugiram com relógios, dinheiro e peças de ouro.

O grupo já era investigado pela PJ. O CM sabe que, pelo menos na área da PSP de Lisboa, terão roubado três ourivesarias entre 10 e 18 de janeiro. Esta quinta-feira, pelas 12h15, uma célula do gang atacou a Casa de Crédito Popular, uma loja de câmbios e venda de ouro na Rua Pascoal de Melo. Dois encapuzados ameaçaram com armas dois funcionários e uma cliente. Fugiram com 2 mil euros e sete peças em ouro. A PJ estava à espreita e abordou a carrinha Volkswagen Golf dos assaltantes na Avenida Padre Cruz. Eram 13h20 e os cinco ladrões responderam com tiros. Uma viatura da PJ foi abalroada, ferindo uma inspetora que foi hospitalizada, sem gravidade. Naquele momento três suspeitos foram presos. Outros dois foram apanhados pouco depois.
Grande Lisboa Polícia Judiciária Área Metropolitana PJ crime lei e justiça crime polícia assalto
Ver comentários