Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
4

Prisão preventiva para dois dos sete detidos por tráfico de droga em Castelo Branco

No âmbito da operação "Alpreade", a GNR fez 10 mandados de busca, seis domiciliárias e quatro a veículos.
Lusa 29 de Agosto de 2019 às 13:29
GNR
GNR FOTO: Pedro Noel da Luz
Dois dos sete detidos por tráfico de estupefacientes nos concelhos de Castelo Branco e de Idanha-a-Nova ficaram em prisão preventiva, anunciou hoje a GNR.

Em comunicado, o Comando Territorial de Castelo Branco da GNR adianta que, após os sete detidos, seis homens e uma mulher, terem sido presentes na quarta-feira ao Tribunal Judicial de Idanha-a-Nova, dois ficaram sujeitos à medida de coação de prisão preventiva.

"Um dos suspeitos [em prisão preventiva] encontrava-se com a medida de coação de permanência na habitação sob vigilância eletrónica, pelo crime de tráfico de estupefacientes, enquanto três detidos ficaram sujeitos a apresentações bissemanais no posto policial da área de residência e proibição de contacto entre si e com consumidores de estupefacientes", lê-se na nota.

Seis homens e uma mulher, com idades entre os 23 e os 70 anos, foram detidas pela GNR, na terça-feira, nos concelhos de Castelo Branco e de Idanha-a-Nova, por suspeita de tráfico de estupefacientes.

No âmbito da operação "Alpreade", que envolveu 60 militares dos Comandos Territoriais de Castelo Branco, Aveiro, Coimbra, Guarda e Santarém e elementos da PSP, foi dado cumprimento a 10 mandados de busca, seis domiciliárias e quatro a veículos.

A ação culminou com a detenção dos sete indivíduos e na apreensão de 190 doses de haxixe, diverso material de preparação, corte e acondicionamento de produto estupefaciente, um veículo ligeiro, 1.750 euros em dinheiro, um computador portátil, 19 telemóveis e três navalhas.
Ver comentários