Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Prisão preventiva para suspeito de humilhar e agredir a mulher em Paredes

Confrontado com o desejo de divórcio manifestado pela vítima, o homem, emigrado há vários anos, regressou a Portugal, com ameaças de morte e abusando sexualmente da vítima.
Lusa 29 de Maio de 2020 às 16:29
Violência doméstica
Violência doméstica FOTO: iStockPhoto
O Tribunal de Marco de Canaveses determinou a prisão preventiva a um homem de 57 anos, de Paredes, suspeito de humilhar e agredir fisicamente a mulher, de 50 anos, informou hoje a GNR.

Em comunicado, aquela força policial revelou que, no âmbito de uma denúncia por violência doméstica, os militares apuraram que o suspeito é "uma pessoa ciumenta, de comportamentos agressivos e consumidor de bebidas alcoólicas".

"Ao longo dos 30 anos de casamento, humilhava e agredia fisicamente a vítima por esta manifestar intenção de se separar devido aos maus-tratos a que era sujeita", acrescenta o comunicado policial.

Confrontado com o desejo de divórcio manifestado pela vítima, o suspeito, emigrado há vários anos, regressou a Portugal a 16 de maio, com ameaças de morte e abusando sexualmente da vítima.

Segundo a autoridade, o homem voltou a agredir a esposa de forma violenta.

A mulher acabou por receber tratamentos numa unidade hospitalar, com ferimentos na cabeça e membros superiores.

Perante os factos violentos, a vítima fugiu da habitação, refugiou-se na casa de vizinhos e a GNR procedeu à detenção do arguido.

crime polícia crime lei e justiça GNR Paredes Tribunal de Marco de Canaveses
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)