Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
3

Rapto por dívida de 14 mil euros

Militares do Destacamento de Loulé da GNR e inspectores do Departamento de Investigação Criminal de Portimão da Polícia Judiciária resgataram ontem de madrugada, na zona de Vale Judeu, um homem de 35 anos que esteve cerca de quatro horas raptado por causa de uma dívida de 14 mil euros relacionada com a compra de um automóvel no Alentejo.
2 de Julho de 2010 às 00:30
Mercedes atravessou-se à frente da viatura da vítima nesta rotunda, cerca das 22h30 de anteontem
Mercedes atravessou-se à frente da viatura da vítima nesta rotunda, cerca das 22h30 de anteontem FOTO: Luís Pereira

A vítima apercebeu-se de que estava a ser seguida a partir de Aljezur e foi raptada na rotunda de Bensafrim, no início da Via do Infante, mas antes tinha sido abordada e ameaçada em Vila Nova de Milfontes.

Na operação de resgate foram detidos uma mulher e quatro homens, com idades compreendidas entre os 24 e os 38 anos e entre os quais estava o comerciante de automóveis credor, o mesmo que tinha abordado a vítima em Vila Nova de Milfontes, à saída do posto local da GNR, onde esta tinha ido cumprir uma apresentação obrigatória (ver caixa).

D.R., 51 anos, é a única testemunha do rapto e relatou ao CM os factos. Era ele quem conduzia o Opel Tigra onde seguia a vítima (N.R.) e que foi interceptado na rotunda de Bensafrim. A companheira de D.R. é irmã da companheira de N.R.

Os quatro deslocaram-se, ao final da tarde de anteontem, a Sines, onde N. R. foi buscar um C4 que estava a ser reparado. As duas mulheres fizeram a viagem de regresso ao Algarve no C4. Os homens foram à GNR de Milfontes. À saída foram abordados por um homem que pontapeou a porta do Opel. D.R. e N.R. fugiram. Já depois de Aljezur perceberam que estavam a ser seguidos por um Mercedes e alertaram o 112. O Mercedes atravessou-se na rotunda e dele saiu um casal com mocas que abordou o Opel. A mulher partiu um vidro do carro e agrediu N.R., que acabou por ser levado no Mercedes. Foi pedido à sua companheira um resgate de 14 mil euros, mas as autoridades estavam no local do pagamento, perto de Boliqueime. Detiveram o casal e mais três indivíduos. O gang foi ouvido ontem pela PJ e vai hoje a tribunal.

PORMENORES

DETENÇÕES

A vítima foi resgatada no Mercedes onde também estava o presumível mentor do rapto, perto da casa de D.R., na zona de Vale Judeu. Depois foi detida uma mulher com três cúmplices, na zona de Boliqueime.

VIOLÊNCIA

A única mulher no gang de cinco raptores foi quem agrediu a vítima com uma moca. A vítima ainda tentou fugir, sem êxito. Depois recebeu assistência hospitalar devido a escoriações.

VÍTIMA É SUSPEITA DE TENTATIVA DE FURTO DE ATM

Quando foi conduzido por D.R. à GNR de Vila Nova de Milfontes, N. R. não explicou porque estava a cumprir apresentações periódicas às autoridades na sua área de residência. O CM apurou que N.R. é suspeito de tentativa de furto de uma caixa multibanco (ATM) na zona de Santiago do Cacém, num processo que já é deste ano. Sobre a alegada dívida relativa à compra de um carro e que está na origem do rapto, D.R. não estranhou, indicando conhecer mal N.R. mas confirmando que ele anda sempre com carros diferentes.

Ver comentários