Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Realojamento do Bairro da Jamaica começou esta segunda-feira

Famílias saem no mesmo dia em que o lote é demolido.
17 de Dezembro de 2018 às 13:00
Bairro da Jamaica
Realojamento do Bairro da Jamaica começou esta segunda-feira
Realojamento do Bairro da Jamaica começou esta segunda-feira
Bairro da Jamaica
Realojamento do Bairro da Jamaica começou esta segunda-feira
Realojamento do Bairro da Jamaica começou esta segunda-feira
Bairro da Jamaica
Realojamento do Bairro da Jamaica começou esta segunda-feira
Realojamento do Bairro da Jamaica começou esta segunda-feira

As famílias do Bairro da Jamaica, em Vale de Chícharos, no Seixal, estão esta segunda-feira a ser realojadas no mesmo dia em que o designado lote 10 é demolido. 

No dia 22 de dezembro do ano passado foi assinado um Acordo de Colaboração entre a Câmara Municipal do Seixal, o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana e a Santa Casa da Misericórdia do Seixal com vista à resolução da situação de grave carência habitacional existente em Vale de Chícharos.

Este acordo visa o realojamento de famílias recenseadas e tem um investimento total previsto de mais de 15 milhões euros, dos quais oito milhões serão suportados pelo município.

Esta segunda-feira 21 famílias vão mudar-se para habitações em vários locais do concelho e seguir-se-ão mais duas fases nos próximos três dias. Esta terça-feira serão realojadas mais 21 famílias e no dia 19 de dezembro as restantes 22.

"O objetivo final deste acordo firmado entre as partes é a integração destas famílias na malha urbana do concelho, evitando a criação de novos bairros sociais e ajudando estas pessoas a iniciar uma nova vida com os direitos e as responsabilidades comuns a todos os cidadãos" , esclarece a Câmara Municipal do Seixal. 

A história do bairro da Jamaica, que ocupa cinco hectares, remonta aos anos 80 do século passado. Os prédios foram construídos, mas não concluídos: o proprietário abandonou os terrenos, o banco executou uma hipoteca, o terreno mudou de dono e a ocupação ilegal foi feita na década de 90. Desde então, a situação tem-se degradado e além da falta de segurança, associada à criminalidade, há falta de condições de higiene, de esgotos e de iluminação pública. 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)