Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Reveladas novas fotos que mostram suspeito do caso Maddie na altura do desaparecimento da menina

Christian Brueckner foi reconhecido por vizinha que ainda mora na Praia da Luz.
Pedro Zagacho Gonçalves 24 de Junho de 2020 às 17:17
Christian Brueckner em 2006, poucos meses antes do desaparecimento de Maddie
Christian Brueckner em 2006, poucos meses antes do desaparecimento de Maddie
Christian Brueckner em 1999
Christian Brueckner em 2006, poucos meses antes do desaparecimento de Maddie
Christian Brueckner em 2006, poucos meses antes do desaparecimento de Maddie
Christian Brueckner em 1999
Christian Brueckner em 2006, poucos meses antes do desaparecimento de Maddie
Christian Brueckner em 2006, poucos meses antes do desaparecimento de Maddie
Christian Brueckner em 1999

Novas imagens agora reveladas mostram o suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann, Christian Brueckner, quando foi detido pelas autoridades portuguesas por furtos, em 2006, poucos meses antes do desaparecimento de Maddie.

Christian Brueckner teria, nessa altura, 29 anos. As novas fotografias, agora reveladas pelas autoridades, mostram o pedófilo alemão com o cabelo mais comprido. São mais uma tentativa de recolher testemunhos que possam ajudar e fortalecer a tese de envolvimento de Brueckner no rapto ou homicídio de Madeleine McCann. A polícia espera que estas imagens possam ser reconhecidas por alguém com informações relevantes para o caso.

A primeira imagem foi tirada pela polícia portuguesa, quando Christian Brueckner foi preso por roubar combustível a veículos na região de Lagos.

Segundo o The Telegraph, uma antiga vizinha de Brueckner reconheceu o suspeito. A mulher, que terá vivido nas proximidades da casa que Brueckner tinha junto à Praia da Luz (e a escassos quilómetros do Ocean Club, de onde desapareceu Maddie), revela que reconheceu o alemão assim que surgiram notícias sobre a sua ligação ao caso da menina inglesa. Confirmou-as agora com esta fotografia. "Tinha o cabelo comprido, oleoso e algumas marcas na cara, de acne. Espero que ajude mais pessoas a lembrarem-se da alguma coisa importante. Andava sempre pela zona a acelerar num Jaguar", afirma a mulher, que já terá sido ouvida pelas autoridades.

Outra imagem revelada pela polícia alemã mostra Christian Brueckner em 1996, com 19 anos, depois de ter sido libertado da prisão, na primeira pena a que foi condenado por abuso sexual de menores. Neste caso, o alemão atacou uma menina num parque.

As autoridades continuam a investigar o caso com as novas provas que dizem ter, no entanto e até ao momento, ainda não foi apresentada a prova que a polícia alemã diz ter e que provará que Maddie está morta.

Christian Brueckner Madeleine McCann crime lei e justiça crime questões sociais desaparecidos polícia
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)