Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Roubam santos e anjos avaliados em 73 mil euros

Roubados imagens de Nossa Senhora de Fátima, crucifixos e bustos de padres em bronze.
Nelson Rodrigues e Francisco Manuel 25 de Janeiro de 2017 às 08:37
Militares da GNR apreenderam as imagens de Nossa Senhora de Fátima e os crucifixos de Jesus Cristo em 2012
Militares da GNR apreenderam as imagens de Nossa Senhora de Fátima e os crucifixos de Jesus Cristo em 2012 FOTO: Manuel Vitoriano
Estátuas de Cristo, crucifixos, anjos em bronze, bustos de padres, esculturas de antigos presidentes de câmara e dezenas de imagens de Nossa Senhora de Fátima. Estes artigos, avaliados em cerca de 73 mil euros, foram furtados de cemitérios, adros de igrejas e jardins de vários concelhos do distrito de Aveiro, entre julho de 2011 e janeiro de 2012. Os cinco suspeitos - três dos quais cometiam os furtos e dois recebiam o material - estão acusados de furto qualificado e recetação.

Os ataques eram sempre cometidos num Audi A4, cuja matrícula era tapada com fita-cola preta. Com recurso a pés de cabra e punhais, Luís Soares, Micael Moutinho e Filipe Amaral começaram por atacar cemitérios. Saltavam os muros e roubavam todas as imagens de culto religioso de campas e jazigos, até encher a mala do carro. Depois, os artigos eram vendidos a António Matos e Sandra Oliveira, donos de um armazém de sucata, em Águeda.

Dos cemitérios, o gang passou para adros de igrejas. A 18 de julho de 2011, em Pinheiro da Bemposta, Oliveira de Azeméis, roubaram o busto em bronze do padre José Maria de Sousa e uma cruz com palma. Em novembro seguinte, atacaram a paróquia do Bunheiro, Murtosa, levando a imagem de 100 quilos do padre Domingos Pinho. Já em S. João da Madeira, furtaram a estátua do antigo presidente da câmara Renato Araújo.

O gang foi desmantelado pela GNR após um furto na Murtosa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)