Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
8

Confirmados 14 casos de surto de varíola dos macacos em Portugal

Todos os doentes encontram-se estáveis.
Correio da Manhã e Lusa 18 de Maio de 2022 às 17:24
Laboratório
Laboratório FOTO: Getty Images

Já há 14 casos confirmados do vírus ‘monkeypox’ em Portugal. A Direção-Geral da Saúde informou através de comunicado que foram confirmados mais nove casos, para além dos cinco que já que já tinham sido detetados.

A DGS adianta, em comunicado, que os casos identificados se mantêm em acompanhamento clínico, encontrando-se estáveis.

Os novos casos foram confirmados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA) ao final da tarde desta quarta-feira, existindo ainda duas amostras em análise.

Relativamente aos restantes casos suspeitos, a DGS refere que as amostras ainda serão remetidas para análise pelo INSA.

Neste momento, afirma no comunicado, "decorrem ainda os inquéritos epidemiológicos, com o objetivo de identificar cadeias de transmissão e potenciais novos casos e respetivos contactos".

A autoridade de saúde apela às pessoas que apresentem lesões ulcerativas, erupção cutânea, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço, para procurar aconselhamento clínico.

A autoridade de saúde apela às pessoas que apresentem lesões ulcerativas, erupção cutânea, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço, para procurar aconselhamento clínico.

Em declarações ao início da tarde aos jornalistas, no Porto, a diretora do Programa Nacional para as Infeções Sexualmente Transmissíveis e VIH confirmou que os cinco primeiros casos confirmados foram detetados numa clínica ligada a doenças sexualmente transmissíveis em homens jovens com idades entre os 20 e os 50 anos.

Todas as situações, frisou, estão localizadas na região de Lisboa e Vale do Tejo.

"Mas para já não sabemos se existe relação. E sim, pode haver dispersão pelo país", acrescentou.

O vírus Monkeypox é do género Ortopoxvírus (o mais conhecido deste género é o da varíola) e a doença é transmissível através de contacto com animais, ou ainda contacto próximo com pessoas infetadas ou com materiais contaminados.

A doença é rara e, habitualmente, não se dissemina facilmente entre os seres humanos.

Esta é a primeira vez que é detetada em Portugal infeção pelo vírus Monkeypox.

Em 2003 foram reportados nos Estados Unidos da América algumas dezenas de casos.

Também o Reino Unido reportou, recentemente, casos semelhantes de lesões ulcerativas, com a confirmação de infeção por vírus Monkeypox.

A DGS e o INSA mantêm-se a acompanhar a situação a nível nacional e em articulação com as instituições europeias.

Portugal Direção-Geral da Saúde saúde questões sociais
Ver comentários
}