Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
1

Suspeito de raptar Maddie fica na prisão por violar

Político alemão diz que tribunal europeu vai validar detenção.
Cláudia Machado 11 de Agosto de 2020 às 01:30
Brueckner é suspeito de rapto de Maddie
Maddie desapareceu em 2007
Maddie McCann
Brueckner é suspeito de rapto de Maddie
Maddie desapareceu em 2007
Maddie McCann
Brueckner é suspeito de rapto de Maddie
Maddie desapareceu em 2007
Maddie McCann
A decisão só deverá ser oficializada nos próximos dias, mas o destino de Christian Brueckner parece estar já traçado. O cadastrado de 43 anos, suspeito do rapto e homicídio de Maddie McCann, deverá permanecer detido na cadeia de Kiel, na Alemanha, pois o Tribunal de Justiça da União Europeia vai validar o mandado de detenção europeu sob o qual foi extraditado.

A garantia foi dada esta segunda-feira por Ulrich Watermann, porta-voz para os assuntos internos do Partido Social-Democrata alemão na Baixa Saxónia, ao jornal britânico ‘Mirror’. “Tanto quanto é do meu conhecimento, já foi tomada uma decisão sobre a condenação pela violação de uma mulher americana. Essa condenação está de acordo com as leis europeias. Portanto, ele [Christian Brueckner] vai permanecer na cadeia não só pelo crime de tráfico, mas também pelo de violação”, afirmou o responsável.

A defesa do cadastrado recorreu ao Tribunal de Justiça europeu alegando que a condenação a sete anos de prisão pela violação de uma norte-americana, de 72 anos, na Praia da Luz, em Lagos, é ilegal. O advogado de Brueckner defende que, como o cadastrado foi extraditado de Itália para a Alemanha para cumprir pena por tráfico de droga, não poderia ser julgado pelo crime sexual. Mas Michal Bobek, advogado-geral do organismo europeu, teve outro entendimento e no seu parecer, que não é vinculativo mas tende a ser seguido pelo tribunal, recomendou que o mandado fosse considerado legal.



Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)