Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Suspeitos de raptarem e matarem Jéssica vão continuar a ser ouvidos por juiz este sábado

Bruxa 'Tita' e marido quiseram falar, mas a filha recusa prestar declarações.
Débora Carvalho e Tânia Laranjo 24 de Junho de 2022 às 21:30
A carregar o vídeo ...
Multidão em fúria insulta suspeitos da morte de Jéssica à saída da PJ de Setúbal
Terminou por agora o interrogatório judicial aos três suspeitos do rapto e morte de Jéssica, a menina de trêss anos que morreu em Setúbal. A bruxa 'Tita', o marido justo e a filha de ambos, Esmeralda, foram presentes a juiz esta sexta-feira a tarde, mas vão continuar a ser ouvidos durante este sábado, apurou o CM.

Os três vão voltar ao Tribunal de Setúbal, para a promoção das medidas de coação do Ministério Público, pelas 10h00 de sábado. As medidas de coação, segundo informação oficial, vão ser conhecidas pelas 15h00.

Ao que o CM apurou, 'Tita' e o marido manifestaram o desejo de falar em tribunal, enquanto a filha de ambos recusou prestar quaisquer declarações ao juiz.

Recorde-se que, à saída da PJ de Setúbal e na chegada ao tribunal, os suspeitos foram insultados e vaiados por algumas dezenas de populares que se concentraral junto a estes locais e que reclamam justiça pela morte de Jéssica, de apenas três anos, e que terá sido assassinada devido a uma dívida de 400 euros que a mãe, Inês, tinha contraído junto de 'Tita', relacionada com serviços de bruxaria prestados.
Tita Jéssica Esmeralda crime lei e justiça Setúbal
Ver comentários
}