Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal

Trabalhadores do Arsenal do Alfeite sem subsídio de Natal

Comissão de trabalhadores e sindicato organizam manifestação à porta do Ministério das Finanças.
Sérgio A. Vitorino 9 de Dezembro de 2020 às 01:30
Arsenal do Alfeite
Arsenal do Alfeite FOTO: Direitos Reservados
Os 448 trabalhadores do Arsenal do Alfeite, Almada, ainda não tinham até esta terça-feira recebido o subsídio de Natal, que por norma é pago com o vencimento a 21 de novembro, e, por isso, elementos da Comissão de Trabalhadores e do Sindicato dos Trabalhadores Civis das Forças Armadas e Empresas de Defesa deverão hoje à tarde manifestar-se em frente ao Ministério das Finanças, em Lisboa.

Segundo explica ao CM António Pereira, da Comissão de Trabalhadores, a administração dos estaleiros navais continua a justificar-se com uma situação "crítica" de tesouraria e a prometer o pagamento até ao dia 15 deste mês. "Mas há preocupação, porque logo no dia 20 têm o ordenado de dezembro para pagar", acrescenta.

A situação gera "enorme ansiedade e apreensão" nos trabalhadores que, "considerados essenciais pelo Governo", têm, "desde o início desta pandemia, permanecido firmes nos seus postos". O Arsenal do Alfeite, que tem a Marinha como principal cliente, perdeu mais de 200 trabalhadores numa década. O presidente da administração, Antunes Fernandes, vai esta quarta-feira à tarde ao Parlamento, a pedido do PSD, Bloco e PCP.
Ver comentários