Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
7

Traficante aponta metralhadora a polícias e escapa pelo telhado na Amadora

PSP montou depois vigilância à casa e acabariam por deter dois cúmplices que se dirigiram à habitação.
João Carlos Rodrigues 22 de Julho de 2019 às 08:19
Agentes da PSP
PSP
Agentes da PSP
PSP
Agentes da PSP
PSP
Uma rusga para capturar um traficante na Cova da Moura, Amadora, acabou com o suspeito a apontar uma metralhadora - arma de guerra e elevado poder de tiro - aos agentes da PSP e a fugir pelos telhados do bairro. Dois cúmplices foram detidos depois, mas libertados pelo tribunal.

O caso ocorreu na manhã de sexta-feira, quando elementos da Esquadra de Investigação Criminal se deslocaram à Cova da Moura para cumprir um mandado de detenção. O suspeito era procurado por, em 2011, ter sido apanhado com uma arma proibida. "Quando a polícia lhe bateu à porta, o homem pegou numa metralhadora e saiu por uma janela, fugindo pelos telhados.

Levava consigo, além da arma já carregada, mais um saco de munições. Mas, ao saltar de um telhado para outro, deixou cair a metralhadora e já não teve oportunidade de a recuperar porque a polícia já estava a chegar e antecipou-se", relata fonte policial.

A PSP montou depois vigilância à casa e acabariam por deter dois cúmplices que se dirigiram à habitação para "eliminar as provas do tráfico de droga".

No interior da casa, os polícias encontraram "milhares de doses de heroína, de cocaína e de haxixe, balanças de precisão, milhares de euros e reproduções de outras armas de fogo", material que foi apreendido pela PSP da Amadora. Esses dois alegados cúmplices foram ouvidos no sábado no Tribunal de Mafra, ficando sujeitos a apresentações todos os dias à PSP. A Polícia continua a procurar o suspeito, que está em fuga.
PSP Amadora polícia tráfico de droga crime lei e justiça questões sociais
Ver comentários