Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus

Medidas foram tomadas de forma preventiva.
Lusa 13 de Março de 2020 às 15:54
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores reforçam hospital de Viana do Castelo durante pandemia do coronavírus
Três contentores vão ser colocados, no início da próxima semana, no hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, para "adequar a resposta assistencial à fase pandémica de Covid-19", informou esta sexta-feira à Lusa aquela unidade.

Em comunicado, a administração Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM) explicou que esta sexta-feira foram montados dois hospitais de campanha do Exército, um no hospital de Viana do Castelo e outro na unidade hospitalar Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima.

"À semelhança do que se tem feito noutras unidades hospitalares, e de acordo com as medidas previstas, nomeadamente no Plano de Contingência, a ULSAM, com a colaboração da Proteção Civil e do Exército, montou um hospital de campanha em cada um dos hospitais e aguarda a chegada de três contentores a fim de se adequar a resposta assistencial a fase pandémica do Covid-19", lê-se na nota.

A administração da ULSAM sublinha que "estas medidas foram tomadas de forma preventiva", e apela "à tranquilidade da população, embora cada cidadão deva cumprir as orientações emanadas pela Direção Geral da Saúde (DGS).

Um hospital de campanha do Exército começou esta manhã a ser montado junto ao serviço urgência do hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, para reforço no combate à pandemia de Covid-19, informou esta sexta-feira à Lusa fonte hospitalar.

Criada em 2009, a ULSAM integra o hospital de Santa Luzia, em Viana do Castelo, o hospital Conde de Bertiandos, em Ponte de Lima, 13 centros de saúde, uma unidade de saúde pública e duas de convalescença, e serve uma população residente superior a 244 mil pessoas, contando com 2.500 profissionais, entre os quais 501 médicos e 892 enfermeiros.

Esta semana, a Organização Mundial de Saúde declarou a doença Covid-19 como uma pandemia e na quinta-feira à noite o Governo português declarou estado de alerta.

Desde dezembro do ano passado, o novo coronavírus infetou mais de 131 mil pessoas, das quais mais de metade recuperou da doença. A covid-19 provocou quase cinco mil mortos em todo mundo.

Em Portugal, os últimos números da Direção-geral de Saúde apontam para 112 doentes, não havendo até ao momento registo de nenhuma morte.

Viana do Castelo Covid-19 Santa Luzia Lusa ULSAM Ponte de Lima saúde hospitais
Ver comentários