Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Três detidos por roubo qualificado ligado a apostas no Placard

Detidos são também suspeitos por crimes de roubo qualificado, coação agravada, detenção de arma proibida e branqueamento.
Lusa 23 de Setembro de 2020 às 13:25
Apostas do Placard
Apostas do Placard FOTO: João Miguel Rodrigues
Três homens foram detidos por suspeitas de crimes de roubo qualificado, coação agravada, detenção de arma proibida e branqueamento ligados a apostas no jogo Placard, informou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ adianta que os factos que originaram a investigação ocorreram no final do mês de dezembro de 2018, quando um dos homens agora detido e um outro ainda por identificar entraram em duas papelarias, uma no concelho da Amadora e outra no concelho de Sintra, distrito de Lisboa, solicitando que fossem efetuados registos de apostas do jogo Placard da Santa Casa da Misericórdia.

De acordo com a PJ, num dos estabelecimentos, os autores fugiram antes de consumarem o crime e, no outro, conseguiram efetuar registos de apostas, no valor de seis mil euros, as quais não pagaram, pondo-se em fuga com os recibos.

"Tais apostas vieram a originar prémios, os quais devido ao seu montante, foram pagos através de transferência bancária, para contas tituladas pelos dois outros detidos, tendo todos atuado em concertação", é referido na nota.

Um dos detidos já tinha sido condenado por crimes semelhantes, encontrando-se com pena suspensa.

No âmbito da investigação, a PJ realizou buscas domiciliárias aos suspeitos, tendo sido apreendidos documentos com valor probatório.

Os três homens, um com 28 anos e dois com 21, vão ser presentes a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

A PJ indica ainda que a investigação vai continuar para o apuramento do envolvimento dos homens em outros crimes idênticos, bem como identificar e localizar o restante suspeito.

Placard da Santa Casa da Misericórdia Polícia Judiciária PJ crime lei e justiça tribunal polícia crime
Ver comentários