Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
6

Violento incêndio destrói várias fábricas em Castelo de Paiva

Chamas tiveram origem numa das fábricas inseridas naquele pólo industrial.
Beatriz Madaleno de Assunção(beatrizassuncao@cmjornal.pt) 13 de Julho de 2020 às 19:21
A carregar o vídeo ...
Chamas tiveram origem numa das fábricas inseridas naquele pólo industrial.
Um incêndio de grandes dimensões está a consumir uma fábrica em Castelo de Paiva. Segundo informação confirmada ao Correio da Manhã por fonte oficial dos Bombeiros Voluntários de Castelo de Paiva, o fogo teve origem numa das fábricas de calçado inseridas naquele pólo industrial.

O incêndio terá deflagrado na 'Salta e Pula' (antiga Clarks) e estendido-se às restantes fábricas naquele local.

O combate ao incêndio deverá manter-se ao logo da noite devido à existência nas instalações de materiais inflamáveis, disse à Lusa fonte dos bombeiros.

O comandante da corporação de Castelo de Paiva, no distrito de Aveiro, explicou que os meios no terreno, formados por cerca de uma centena de bombeiros, de várias corporações, dividiram a zona afetada em três setores.

Às 21h30, decorria ainda o combate num dos três setores. Nos restantes, os meios já tinham entrado na fase de rescaldo, havendo, contudo, danos materiais avultados a registar nas instalações das empresas afetadas, segundo o comandante Joaquim Rodrigues.

As chamas foram detetadas cerca das 18h30 num pavilhão industrial, onde laboram várias empresas, de diferentes setores de atividade, no âmbito do Centro de Apoio à Criação de Empresas (CACE) do Vale do Sousa.

Castelo de Paiva incêndio fábrica fogo bombeiros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)