Barra Cofina

Correio da Manhã

Portugal
9

Viola ex-namorada e rouba-lhe 100 euros em Mirandela

O dinheiro que o violador, de 36 anos, roubou à vítima era para as despesas e o sustento até receber a próxima reforma.
Patrícia Moura Pinto 22 de Dezembro de 2020 às 19:24
A carregar o vídeo ...
O dinheiro que o violador, de 36 anos, roubou à vítima era para as despesas e o sustento até receber a próxima reforma.

Um homem, de 36 anos, foi esta segunda-feira detido pela Polícia Judiciária de Vila Real, em Mirandela, por ser suspeito de ter violado e roubado 100 euros a uma mulher de 63 anos, com quem já teve um relacionamento amoroso de pouco tempo.

Os crimes aconteceram na terça-feira da semana passada quando o suspeito se deslocou à habitação da vítima, localizada numa aldeia do concelho de Mirandela. Depois de poucas palavras violou-a e de seguida roubou-lhe os 100 euros em notas. Segundo o que apurou o Correio da Manhã, a vítima e o arguido tiveram, em tempos, mantido uma relação amorosa que teria terminado há algumas semanas. O homem não aceitava a decisão da mulher em terminar a relação e continuou a fazer pressão de forma a aceitá-lo de novo em sua casa. Após ter consumado os crimes, o agressor fugiu do local e a vítima dirigiu-se à PSP de Mirandela a quem contou o sucedido ao pormenor e acabou por formalizar a queixa. Tendo em conta a gravidade dos crimes a PSP alertou a Polícia Judiciária que tomou conta da ocorrência e desenvolveu as diligências normais para estes casos. Desde logo a mulher foi conduzida ao Instituto de Medicina Legal onde foi sujeita a perícias legais que vão ser determinantes para se provar o crime de violação.

O arguido, agricultor de profissão, vive na cidade de Mirandela e vai ser presente a um juiz de instrução criminal do Tribunal de Mirandela para conhecer as medidas de coação.

A vítima dos crimes, a quem o arguido pedia dinheiro, vive sozinha e sofre de vários problemas de saúde. Apesar de esta ter dito ao agressor que não queria ter mais relações sexuais com o mesmo, este não aceitou e continuou a visitá-la, a fim de obter os seus intentos, sexuais e monetários. Os 100 euros roubados à vítima era para as despesas e o sustento até receber a próxima reforma.

Violência doméstica
O agricultor, de 36 anos, tem já antecedentes de crimes de violência doméstica sobre outras pessoas mas não sobre a vítima da violação e do roubo. Um dado que terá sido importante na investigação levada a cabo pela Polícia Judiciária de Vila Real sobre este indivíduo.

Interrogatório
O suspeito esteve para ser ouvido em primeiro interrogatório durante a tarde de ontem mas a diligência judicial acabou por ser adiada para a manhã de hoje no Tribunal de Mirandela. Passou a noite nos calabouços da PJ de Vila Real.

Ver comentários