Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

2020 foi o ano que registou menores níveis de poluição da última década na Península Ibérica, aponta estudo

No último ano, verificou-se uma redução de 30% da queima de combustíveis fósseis e 5% de eletricidade.
Correio da Manhã 23 de Junho de 2021 às 16:41
Poluição rodoviária
Poluição rodoviária FOTO: Getty Images

O ano de 2020 foi o que registou menores níveis de poluição do ar da última década na Península Ibérica, este valores são consequências da pandmeia da Covid-19, que obrigou praticamente a que toda a população ficasse confinada em casa, que provocou uma menor circulação rodoviária e a um ritmo desacelerado da indústria.

A informação foi divulgada pela equipa de investigadores espanhóis 'Ecologistas en Acción'. A medição é apresentada desde 2005 e realiza uma análise da qualidade do ar em diferentes regiões, a partir de 800 estações de medição em todo o país, avança o El País.

Os valores obtidos são comparados com os limites legais estabelecidos pela União Europeia e a Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com o El País, o coordenador do estudo, Miguel Ángel Ceballos, revelou que a grande diminuição da poluição na maior parte das regiões da Península Ibérica deve-se às restrições de circulação impostas pela Covid-19, que significaram uma redução de 30% da queima de combustíveis fósseis e 5% de eletricidade.

As partículas poluentes suspensas no ar também registaram uma diminuição entre seis e 11% em relação à média dos últimos dez anos. Outro fato de relevo que contribuiu para a melhoria do ar foi a diminuição de níveis de dióxido de enxofre, em parte, graças ao encerramento de fábricas termoeléctricas a carvão.

Covid-19 El País ambiente questões sociais política poluição ambiental
Ver comentários