Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Mais de 160 ocorrências devido ao vento forte. Maioria foram queda de árvores

Distritos mais afetados são Coimbra e Castelo Branco.
Lusa 20 de Janeiro de 2020 às 09:09
Vento
Vento FOTO: Getty Images
A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) registou 162 ocorrências relacionadas com o vento forte entre as 00:00 e as 08:00 de segunda-feira, a maioria são quedas de árvores que não causaram vítimas.

"Os distritos mais afetados são Coimbra e Castelo Branco. Registámos entre as 00:00 e as 08:00 de segunda-feira 162 ocorrências, 145 das quais são quedas de árvores", disse à Lusa o comandante Carlos Pereira, salientando que não há vítimas nem danos materiais a registar.

O comandante adiantou ainda que das 162 ocorrências registadas, 19 dizem respeito à queda de estruturas.

Catorze distritos de Portugal continental estão esta segunda-feira sob aviso amarelo devido à previsão de vento moderado a forte de norte/nordeste, por vezes com rajadas até 80 quilómetros por hora, podendo atingir os 110 quilómetros por hora nas terras altas.

Nos distritos de Bragança, Évora, Faro, Vila Real, Setúbal, Lisboa, Leiria, Beja e Portalegre o aviso amarelo vai estar em vigor até às 18:00 de segunda-feira e em Viseu, Guarda, Castelo Branco e Coimbra até às 12:00 de terça-feira.

O aviso amarelo traduz situações de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil Coimbra Castelo Branco meteorologia questões sociais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)