Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Mais dois mortos e 135 infetados nas últimas 24 horas em Portugal

Há mais jovens entre os 20 e 29 anos infetados com Covid-19 e casos em Lisboa e Vale do Tejo decrescem.
Correio da Manhã 27 de Julho de 2020 às 13:42
Coronavírus
Coronavírus FOTO: Direitos Reservados
Há mais 2 mortos e 135 infetados por coronavírus nas últimas 24 horas em Portugal. 

número de mortos por coronavírus voltou a aumentar em Portugal esta segunda-feira, registando-se um total de mais dois mortos e 135 infetados em 24 horas.  

De acordo com o boletim da DGS, desde o início da pandemia até hoje registam-se 50299 casos de infeção confirmados e 1719 mortes. 

Há atualmente 414 pessoas internadas, mais 9 relativamente ao dia anterior. O número de doentes em unidades de cuidados intensivos também diminuiu nas últimas 24 horas para 45 (menos três que ontem).

O número de pessoas recuperadas é agora de 35375, mais 158 em relação a domingo. Há 1397 pessoas a aguardar resultado laboratorial.

Ainda de referir que há mais jovens entre os 20 e 29 anos entre os novos casos de Covid-19 e Lisboa e Vale do Tejo regista um decréscimo de casos


Os sintomas mais comuns (registados em 90% dos casos confirmados) são a tosse (35%), a febre (28%), as dores musculares (21%) e a cefaleia (20%). A estes sintomas seguem-se a fraqueza generalizada (14%) e a dificuldade respiratória (10%).

Tendência de novos casos decresce em LVT
A ministra da Saúde afirmou hoje que permanece uma tendência decrescente de novos contágios de covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo e que o rácio de transmissibilidade (RT) está em 0,94, com uma "evolução favorável".

Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia, Marta Temido afirmou que continuam ativos 196 surtos em todo o país, a maioria dos quais (119) na região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT), 41 na região Norte, 13 no Centro e no Algarve e 10 no Alentejo, perfazendo 13.205 casos ativos de covid-19.

Para Marta Temido, a percentagem de casos ativos em Lisboa e Vale do Tejo (67%) é considerado "um padrão normal, face àquilo que é ainda a atual situação da pandemia", observando que "tem decrescido significativamente nos últimos dias".

Das 459 pessoas que se encontram internadas, entre as quais 45 em Unidades de Cuidados Intensivos, 84% encontram-se em hospitais da região de LVT, e destas, 57% estão em unidades hospitalares da Aérea Metropolitana de Lisboa.

Entre as seis unidades hospitalares da região que receberam mais pessoas para internamento, a ministra destacou a "grande pressão" sofrida pelo Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, e Fernando da Fonseca, na Amadora.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Portugal questões sociais covid-19 coronavírus
Ver comentários