Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
7

Enfermeira com Covid-19 obrigada a trabalhar em lar de idosos de Ourém

Bastonária da Ordem denunciou o caso nas redes sociais.
Francisca Genésio 14 de Novembro de 2020 às 21:02
Idosos
Idosos FOTO: Pixabay
Uma enfermeira, com Covid-19, foi obrigada a permanecer no lar, onde cumpre funções, em Ourém, e a trabalhar, durante 10 dias. A situação foi denunciada, pela própria, à Ordem dos Enfermeiros.

“Acabei de realizar teste hoje [sábado] e estive sempre assintomática. A colega que mo realizou disse-me que caso o meu seja novamente positivo, terei de ficar mais 10 dias na instituição sem poder sair, como estou a fazer desde o dia 4 de novembro. Há 10 dias que mal durmo (...), estou a cuidar de pessoas, quem cuida de mim?”, pode ler-se na queixa.

A bastonária da Ordem denunciou o caso nas redes sociais e deixou um alerta: “Só um pequeno aviso à delegada de saúde desta zona e ao lar residência Sénior Geração de Elite, em Ourém. Ou deixam sair de imediato esta enfermeira, cumprindo a norma da Direção-Geral da Saúde que é muito clara, positivos não trabalham, ou terão uma queixa-crime por sequestro”, escreveu Ana Rita Cavaco.

Poucas horas após a publicação, a enfermeira acabou por ter ordem, quer da delegada de Saúde, quer do lar, para abandonar as instalações. Está a cumprir isolamento em casa.


Há uma enfermeira, positiva para covid-19, a trabalhar há dez dias consecutivos, de dia e de noite, no lar de S. Gonçalo...

Publicado por A mãe imperfeita em Sábado, 14 de novembro de 2020
Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Covid-19 Ourém lar enfermeira coronavírus
Ver comentários