Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Pais que coloquem crianças nas creches a partir de segunda-feira não vão perder apoio do Estado, diz António Costa

Espaços deverão começar a receber crianças no próximo dia 18 de maio, após o encerramento forçado devido ao coronavírus.
Inês Rodrigues 14 de Maio de 2020 às 09:31
António Costa de visita a creche em Lisboa para avaliar preparativos para reabertura
António Costa de visita a creche em Lisboa para avaliar preparativos para reabertura FOTO: CMTV
António Costa anunciou esta quinta-feira que as famílias que colocarem as crianças na creche a partir da próxima segunda-feira, data para a reabertura dos espaços, não vão perder o apoio do Estado.

O Chefe de Governo está esta manhã de visita ao Centro Infantil Maria de Monserrate, no Areeiro, Lisboa, acompanhado pelo presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, e a Ministra da Solidariedade e da Segurança Social, Ana Mendes Godinho, para verificar os preparativos para a reabertura dos espaços, prevista para a próxima segunda-feira, dia 18 de maio, após o encerramento forçado devido ao coronavírus.

"Os pais podem escolher se ainda ficam em casa, se colocam já os seus filhos nas creches ou, ainda se os põem apenas algumas horas para se irem adaptando. É uma solução para que todos sintam maior conforto, desde logo os pais, mas também os profissionais que trabalham nas creches, que passarão a estar em contacto com dezenas de crianças", acrescentou.

"Nesta primeira quinzena de reabertura das creches, vamos manter o apoio às famílias com crianças nas creches", afirmou o primeiro-ministro em declarações aos jornalistas. António Costa anunciou também que já foram realizados 15 mil testes a funcionários de creches e que todos farão testes até segunda-feira.

"Tal como se tinha feito com o pessoal que trabalha nos lares, o Governo decidiu fazer um grande esforço para efetuar testes de diagnóstico relativamente às cerca de 19 mil pessoas que trabalham nas creches de todo o país. Neste momento, estão já realizados cerca de 15 mil testes. Vamos continuar a fazer esse trabalho de forma a que, na segunda-feira, quando as creches reabrirem, todas as pessoas tenham sido testadas", declarou António Costa.

A Ministra da Solidariedade e da Segurança Social sublinhou que o regresso das crianças às creches é uma medida que vai aliviar igualmente os pais, muitos em situação de teletrabalho e confinados com os filhos. "É particularmente importante para as crianças", relembrou Ana Mendes Godinho.

A Ministra deixou um agradecimento a todos aqueles que estão a trabalhar nas creches de forma a garantir a segurança das crianças no regresso às creches.

Uma das funcionárias da creche afirmou que só será possível perceber o impacto das medidas quando as crianças começarem a frequentar o espaço. "É muito fácil pensarmos nas coisas. O principal teste será para a semana quando começarem a vir", admitiu.

A DGS publicou na passada quarta-feira uma orientação com as medidas de prevenção e controlo a adotar em creches, creches familiares e amas, em contexto de pandemia de COVID-19.

Entre as regras encontram-se medidas como a redução do número de crianças por sala, o distanciamento físico entre as mesmas, a proibição de brinquedos trazidos de casa pelos mais pequenos, a utilização de máscara por parte dos funcionários, entre outras medidas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)