Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
6

Aproveite as férias para praticar exercício físico na praia

A atividade física também ajuda a carregar baterias para o resto do ano.
Vanessa Fidalgo e Carolina Cunha 15 de Agosto de 2020 às 09:00
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Exercício físico na praia
Aproveitar o período de férias para praticar exercício físico ao ar livre é como juntar o útil ao agradável. A praia, por exemplo, permite a prática de vários tipo de exercício físico, que proporcionam benefícios para a saúde a todos os níveis. Há várias opções: do surf aos jogos de futebol na areia, várias são as opções, desde que a prática seja adequada à condição física de cada um.

A famosa ‘corridinha’ na praia pode ser feita, mas com cautelas. "Deve preferencialmente ser realizada por quem já tem prática de treinos de corrida. Se for feita na areia, deve ser em piso liso, plano e duro de modo a evitar lesões nos músculos e articulações. Não deve ser realizada no pico do calor, e deve ser mantida uma boa hidratação. Já a corrida com sapatilhas no paredão é mais semelhante a um treino habitual: "A opção deve ser pela que proporciona mais prazer!", refere João Torres, ortopedista do Hospital Lusíadas.

A natação recreativa, perto da areia, nas zonas delimitadas de uma praia vigiada, também é uma prática aconselhável. "É sempre uma boa opção pedir conselhos ao responsável pela segurança na praia. Geralmente, períodos de 10/20 minutos, paralelos à praia, em zonas com ‘pé’. A prática mais intensa, como componente de um treino estruturado, deve ser realizada só por nadadores experientes e sempre dentro dos limites de segurança", conclui.

"Momentos de relaxamento"
Se já tem um plano de treinos físicos especialmente concebido por um especialista, leve-o consigo de férias e tente manter o ritmo. Se não tem, procure aconselhar-se.

"Felizmente vivemos em tempos em que a informação está facilmente disponível através da internet. Para quem não tem muita prática nesta área, o ideal é pesquisar um conjunto de exercícios que faça parte de um treino estruturado, de forma a trabalhar de forma uniforme a força e elasticidade de todos os músculos. Geralmente esses programas, realizados por profissionais do desporto, têm o número de repetições e séries aconselháveis", sugere João Torres. Dessa forma, é mais fácil obter bons resultados e prevenir o aparecimento de lesões que poderão estragar as férias.

Existem também grupos que se organizam para a prática de certas modalidades ou práticas nas praias, como o ioga ou o pilates. "São duas atividades excelentes. A sua prática na praia permite o contacto com a natureza, o ar puro e pode proporcionar momentos de meditação e relaxamento excelentes", explica ainda o médico.

Aproveitar os equipamentos
Em algumas praias portuguesas há equipamentos como barras fixas que podem potencializar o treino funcional. Não se esqueça de os desinfetar com álcool-gel antes e após cada utilização.

Mantenha a tensão sempre controlada
Se pratica exercício ao ar livre tem de aumentar a ingestão de água para evitar sofrer desidratação ou algum golpe de calor. Prefira roupa clara e mantenha a tensão arterial bem controlada.

DISCURSO DIRETO
João Torres, ortopedista do Hospital Lusíadas
"Opção em tempo de pandemia"
CM - Que exercícios podemos fazer na praia?
- Desde que o início seja progressivo e cuidadoso, a praia pode ser uma ótima motivação para (re)começar a praticar exercício físico. Caminhadas ou corridas, natação, surf, stand up paddel ou bodyboard, jogos recreativos com raquetes ou bolas, ou mesmo voleibol e futebol na areia. Felizmente as opções são muitas e as desculpas para não praticar poucas.

Carolina Patrocínio: cinco treinos por semana
Aos 34 anos e com quatro filhos, Carolina Patrocínio tem um físico invejável, fruto da sua intensa atividade física. São hábitos que o rosto da SIC faz questão de manter e conciliar com a sua profissão. "Desde sempre que me lembro de praticar atividade física. Passei pela natação, equitação, ténis, vólei, entre outros desportos. Mas foi no ballet clássico que mais me destaquei, com maior dedicação durante mais anos da minha vida. Só depois de ter abandonado a dança [aos 18 anos] é que descobri o fitness e a musculação de ginásio. Não tenho memória de ter sido sedentária em nenhum período da minha vida", revelou a apresentadora. Hoje, é um estilo de vida de que Patrocínio não prescinde e encara como uma terapia para o seu bem-estar. Treina cinco vezes por semana, por prazer e não por necessidade. Por isso, a intensidade que coloca em cada treino depende apenas do seu próprio corpo, que faz questão de ouvir. Em relação às criticas à sua imagem, Carolina mostra-se indiferente e confiante com o seu corpo.

- Quais as vantagens para o corpo e para a mente?
- Se não realizada no pico do calor, com aquecimento e hidratação adequados, e em piso relativamente uniforme, o exercício na praia é uma excelente opção em tempos de pandemia. Desde que respeitado o distanciamento social recomendado, é uma forma excelente de evitar fazer exercício físico em recintos fechados e com pior ventilação do ar.
Hospital Lusíadas João Torres Carolina Patrocínio desporto questões sociais saúde futebol
Ver comentários