Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Associação garante que foram tomadas as medidas de prevenção em cruzeiro com sete positivos

Cinco tripulantes e dois passageiros do navio estão infetados com coronavírus.
Lusa 9 de Setembro de 2020 às 22:30
Rio Douro
Rio Douro FOTO: Getty Images
A Associação das Atividades Marítimo-Turísticas do Douro (AAMTD) garantiu esta quarta-feira que as medidas de prevenção para evitar a propagação da covid-19 foram implementadas "ao longo de todo o cruzeiro" no navio que conta com sete infetados.

Em comunicado, a AAMTD salienta que o navio cruzeiro da empresa CroisiEurope que opera no rio Douro fez o "controlo diário da sintomatologia de passageiros e tripulantes".

"Todos os processos contínuos de desinfeção dos espaços do navio, o uso de máscaras nos espaços interiores do navio, e a desinfeção de toda a bagagem a bordo foram devidamente implementados e cumpridos ao longo de todo o cruzeiro", sublinha a associação do setor, na nota hoje divulgada.

Cinco tripulantes e dois passageiros do navio, um casal de nacionalidade francesa, estão infetados com o novo coronavírus e a associação do setor elogia "a atuação pronta de todas as entidades envolvidas de forma a garantir a segurança de todos".

A AAMTD realça terem sido seguidos todos os procedimentos previstos para este tipo de situação, "de forma coordenada com as autoridades", assim que foi comunicado à operadora de cruzeiros fluviais o caso positivo.

A mulher do passageiro infetado foi conduzida ao hospital, onde ambos se encontram em isolamento, e os 27 elementos da tripulação, segundo a associação, foram testados a bordo.

"Os cinco tripulantes encontram-se assintomáticos, estando isolados em cabine própria a bordo da embarcação. Os restantes 22 elementos da tripulação, cujos testes foram negativos, estão em situação de quarentena restrita ao navio", informa a AAMTD.

O barco encontra-se no cais de Sardoura, concelho de Castelo de Paiva.

De acordo com o comunicado hoje divulgado, os restantes passageiros não apresentaram qualquer sintoma.

"Todos os restantes passageiros do cruzeiro, de origens francesa e belga, haviam já regressado aos seus países de origem após o término de cruzeiro, não tendo algum deles apresentado, até à data, qualquer sintomatologia indicadora de infeção", refere a AAMTD.

A associação do setor acrescenta que o passageiro encaminhado para o Hospital Eduardo Santos Silva, em Vila Nova de Gaia, na sequência de queixas de indisposição, na segunda-feira, já tinha sido conduzido pelo INEM ao Hospital da Guarda, dois dias antes, com dores no abdómen, para a realização de exames, "tendo tido alta médica no final desse mesmo dia, não apresentado qualquer sintomatologia indicadora de infeção".

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 898.503 mortos e infetou mais de 27,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.849 pessoas das 61.541 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Douro AAMTD saúde turismo coronavírus doenças transportes
Ver comentários