Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Bebé nasce em ambulância na autoestrada

Bombeiros que transportavam a grávida fizeram o parto.
Cátia Vicente 4 de Setembro de 2016 às 01:45
Uma menina nasceu em plena A14, junto às portagens de Ançã. O parto foi feito na ambulância com a ajuda de dois bombeiros voluntários da Figueira da Foz.
Pelas cinco da manhã deste sábado, os Bombeiros Voluntários da Figueira da Foz foram chamados à Costa de Lavos para o transporte de uma grávida para a maternidade em Coimbra. A bebé, porém, não esperou que a viagem terminasse e nasceu em plena A14 com a ajuda dos bombeiros Hugo Neves e Fábio Fernandes.

"Desde a rutura da membrana até ao nascimento foi tudo muito rápido, cerca de uma hora", conta Hugo, que já fez 14 partos na ambulância Nossa Senhora do Ó, viatura própria para partos iminentes.

Ainda pediram ajuda da VMER (Viatura Médica de Emergência e Reanimação), mas tiveram de fazer o parto sozinhos. "O Hugo disse-me: encosta, temos de sair da autoestrada", recorda Fábio, para quem este foi apenas o segundo parto. Pararam junto às portagens de Ançã, para que nascesse a pequena Isara, primeira filha de uma mulher, de 37 anos, marroquina, e de pai português, de 48.

"Fizemos todos os procedimentos: aspirámos e a menina começou a chorar, depois cortámos o cordão umbilical, limpámos, aquecemos e pusemos ao colo da mãe, que ficou muito feliz e agradeceu-nos imenso", recorda Hugo, com satisfação.

"Não estava à espera que isto acontecesse, muito menos no meio da autoestrada", confessa Fábio Fernandes. "A adrenalina sobe a picos elevadíssimos, mas no fim é uma sensação de missão cumprida", garante.

A mãe e a bebé estão bem e foram transportadas para a Maternidade Bissaya Barreto, em Coimbra, de onde esperam sair em breve.
Ver comentários