Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

17 pessoas infetadas com coronavírus na Casa de Saúde do Telhal em Sintra

Nove utentes e oito colaboradores da instituição infetados com o novo coronavírus.
Lusa 21 de Setembro de 2020 às 16:51
Coronavírus xx
Coronavírus xx FOTO: Reuters
A Casa de Saúde do Telhal, em Algueirão Mem-Martins, no concelho de Sintra, tem nove utentes e oito colaboradores infetados com o novo coronavírus, estando já em marcha a realização de mais 200 testes para o despiste de novos casos na instituição.

O vereador responsável pela área da Saúde da Câmara Municipal de Sintra (CMS), Eduardo Quinta Nova, confirmou à agência Lusa que os casos foram identificados no final da semana passada e que entre os infetados estão, além dos nove utentes, dois colaboradores de enfermagem, um médico e cinco auxiliares.

"Todos estes casos estão concentrados apenas numa unidade e a própria Casa de Saúde do Telhal desencadeou a realização de testes que abrangem mais cerca de 200 pessoas, entre utentes e colaboradores, que de forma direta ou indireta possam ter estado em contacto com as pessoas infetadas", revela o vereador, que adianta que os resultados destes testes serão conhecidos na próxima quarta feira e só aí será possível "ter a dimensão exata do número de casos de infeção".

A Casa de Saúde do Telhal é uma instituição dedicada ao cuidado de doentes com problemas de saúde mental, com um universo de 450 utentes e mais de 250 colaboradores.

Eduardo Quinta Nova explica que o espaço está dividido em unidades, o que neste caso tornou mais fácil o isolamento da zona potencialmente afetada por este surto.

"A unidade onde foram detetados estes casos foi logo colocada em confinamento, os casos positivos estão isolados e estão neste momento assintomáticos. Os colaboradores que acusaram positivo estão já a cumprir o período de quarentena recomendado pelas autoridades de saúde", avança o responsável pela área da Saúde da Câmara de Sintra, no distrito de Lisboa.

Sobre a possibilidade de o número de casos vir a aumentar e poder vir a estar em causa, por falta de recursos humanos, a assistência aos doentes internados, Eduardo Quinta Nova garante que a autarquia está "atenta" e prestará "todo o auxílio necessário".

"Temos acompanhado esta situação e neste momento ainda não há qualquer necessidade de reforço de recursos humanos. É um equipamento com um número significativo de trabalhadores e o que se fez foi uma redistribuição dos atuais recursos para substituir os que estão em confinamento. Em todo o caso, se houver uma evolução e um crescimento do números de colaboradores infetados e for necessário acionar a bolsa de recrutamento, é isso que faremos, em articulação com a administração da Casa de Saúde do Telhal, a autoridade de saúde e a Segurança Social", disse o vereador, que acrescentou que nesta altura não é ainda possível determinar a origem do surto que afeta a instituição localizada na freguesia de Algueirão-Mem Martins.

Portugal contabiliza pelo menos 1.920 mortos associados à covid-19 em 69.200 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários