Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
9

Coronavírus já circulava nas águas de Barcelona em março de 2019

Análises às águas residuais de Barcelona revelaram que o vírus da covid-19 estava presente em Barcelona muito antes do primeiro caso conhecido em Wuhan, na China.
SÁBADO 27 de Junho de 2020 às 16:11
Barcelona Covid-19
Barcelona Covid-19

Uma análise às águas residuais de Barcelona por parte de uma equipa da universidade local revelou que a covid-19 já estava presente na cidade espanhola desde, pelo menos, o dia 15 de janeiro, 41 dias antes da confirmação do primeiro caso na Catalunha, que aconteceu a 25 de fevereiro. Foram até encontrados vestígios do vírus da covid-19, o SARS-CoV-2 em amostras recolhidas a 12 de março do ano passado – quando não era sequer conhecido qualquer caso no mundo inteiro.

Os primeiros casos da pandemia foram declarados na região de Wuhan, na China, em dezembro de 2019 mas estudos genéticos já atribuíram a possibilidade do vírus existir em outubro do ano passado. Na Europa, o primeiro caso conhecido aconteceu em janeiro de 2020 mas investigadores da Universidade de Barcelona garantem em comunicado que os resultados das análises, pré-publicados no repositório medRxiv, mas ainda não revistos por investigadores, que o vírus estava presente em Barcelona muito antes do primeiro caso conhecido no mundo.  

O estudo, divulgado também pelo El Mundo, é baseado na análise de amostras recolhidas entre janeiro de 2018 e dezembro de 2019. Todas deram negativo, à exceção de uma. Nessa, os níveis de SARS-CoV-2, o vírus da Covid-19, eram muito baixos, mas positivos, de acordo com os autores do estudo.

Se forem confirmados por outros investigadores, esta será a prova mais antiga da presença do vírus da covid-19 no mundo. "Entre os casos de gripe e os assintomáticos, a circulação do vírus pode ter passado despercebida", indica Albert Bosch, presidente da Sociedade Espanhola de Virologia e professor do Departamento de Microbiologia desta universidade, ao La Vanguardia.

Catalunha Coronavírus SARS-CoV-2 Barcelona questões sociais ciência e tecnologia
Ver comentários