Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
5

Curae: o novo projeto português de adoção de plantas para promover o bem-estar

"A vida urbana deixa-nos ansiosos e menos presentes", lê-se na apresentação da marca, que vem tentar combater essa lacuna.
Beatriz Madaleno de Assunção(beatrizassuncao@cmjornal.pt) 5 de Janeiro de 2021 às 19:52
Projeto Curae
Projeto Curae FOTO: Direitos Reservados/ Instagram
Curae é um novo projeto português, criado por Sofia Eiras Antunes, de 24 anos, que tem como objetivo a adoção de plantas para promover o bem-estar. "A vida urbana deixa-nos ansiosos e menos presentes", lê-se na apresentação da marca.

A jovem, que conta com a mãe como sócia deste projeto, acredita num mundo onde "cuidarmos uns dos outros nos ajuda a alcançar um equilíbrio interior consistente".

O projeto, que arrancou no final de 2020, começou com a venda de plantas online e fornece também ferramentas para quem quer perceber mais sobre cuidar de plantas. "Todos serão convidados a nutrir a sua mente à medida que proporcionam felicidade à sua família alargada. São inúmeros os benefícios das plantas e dos animais de estimação para as pessoas", lê-se na nota.

Cada planta custa 15,99€ mas também é possível comprar as 12 plantas da Curae através do pack Plant Family Abundance (149,99€) — proteção, alegria, energia, paz e amizade são alguns dos benefícios de cada espécie, ou os packs de paz interior, criatividade, gratidão e confiança.

A equipa conta neste momento com três elementos e, para além da loja online, vai avançar com uma loja física em 2021.
Curae questões sociais adotar adoção plantas
Ver comentários