Barra Cofina

Correio da Manhã

Sociedade
1

Detidas 84 pessoas e encerrados 1.600 estabelecimentos por incumprimento do Estado de Emergência

Ministério da Administração Interna avançou esta terça-feira os números atualizados.
Correio da Manhã 31 de Março de 2020 às 19:12
Acessos à Póvoa de Varzim controlados pela PSP após 'desrespeito ao Estado de Emergência'
Estado de Emergência deixa ruas de Coimbra desertas
Acessos à Póvoa de Varzim controlados pela PSP após 'desrespeito ao Estado de Emergência'
Estado de Emergência deixa ruas de Coimbra desertas
Acessos à Póvoa de Varzim controlados pela PSP após 'desrespeito ao Estado de Emergência'
Estado de Emergência deixa ruas de Coimbra desertas
O Ministério da Aministração Interna anunciou esta terça-feira que já foram detidas 84 pessoas e encerrados 1.600 estabelecimentos - desde o início do Estado de Emergência - por violarem a obrigação de confinamento obrigatório impostas pela atual situação do País e "por outras situações de desobediência ou resistência".

O Decreto que regulamenta o Estado de Emergência entrou em vigor às 00h00 do dia 22 de março. Desde então, a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública têm vindo a desenvolver atividades de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população.

Num comunicado enviado às redações, o MAI sublinha ainda a importância, e obrigação, do "cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência". 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)